Praias Tropicais

 

      Atualmente, Baía da Traição, por suas praias belíssimas, é muito frequentada por turistas de todo Brasil. Grande parte das casas da zona urbana pertence a veranistas, geralmente originários de Campina Grande, Guarabira, João Pessoa, Mamanguape e Rio Tinto (Paraíba).

      Há diversos restaurantes e pousadas na Baía da Traição para atender aos turistas. A cidade é mais frequentada por turistas na época do veraneio, quando fica super-populada. O ponto principal de encontro não só dos turistas mais da população (sobretudo a mais jovem) é a praça central da Baía da Traição.

      Seu carnaval, que faz parte do calendário turístico da PBTUR (Empresa Paraibana de Turismo), é um dos mais badalados do Estado. Verifica-se, por parte dos comerciantes locais e dos próprios nativos, um grande cuidado em bem receber o turista, o que tem se constituído um fator importante para o seu desenvolvimento.

      A praia é a característica natural mais visada pelos turistas, mas não é só isso, pois há no município belas lagoas e rios. As lagoas mais conhecidas são a Lagoa do Mato, a Lagoa Encantada, a Aldeia Perdida que tem uma lagoa que é isolada e rodeada por uma vegetação admirável. Lá pode-se encontrar o índio Curumim, assim conhecido. Ele proporciona ao turista à dança do toré e os artesanatos as margens da lagoa.

      O Forte, com sua praia e sua famosa vista dos canhões atrai muitos turistas ao lugar, sendo considerado um dos pontos mais belos de se olhar a Baía.

 

       O ponto forte do turismo de Baía da Traição é sem dúvida a presença de índios. O artesanato e a dança é a identidade dos Potiguaras e pode ser encontrado em todas as aldeias da reserva pertencente ao município. Entre varias podemos destacar algumas delas:  Aldeia Forte  é existente nesta comunidade o Toré Forte; associação indígena que recebeu o Prêmio Cultura Indígena no ano de 2007, que valoriza incentivando a todos a prática da cultura; na mesma encontramos a dança do toré e os artesanatos;  Aldeia Galego  também é proporciona ao turista a dança e o artesanato; destaca-se pela comida típica e por trilha que sai do outro lado da aldeia até o mar.  Nos aspectos artesanato e dança tem também a aldeia de São Francisco, a mais característica em termos de traços físicos indígenas.

 

top